QUERES FAZER PARTE DESTA EQUIPA DESPORTIVA PARA 2015/2016 INSCREVE-TE JÁ VIA EMAIL geral@vozdesportiva.eu

SUB 14 - SELECÇÃO AF PORTO VENCE TORNEIO LOPES DA SILVA

Porto vence 3
A selecção distrital de Sub 14 da AF Porto, sagrou-se bi campeã do Torneio Inter Associações Lopes da Silva. Certame desportivo que já vai na sua 21ª edição, em homenagem ao antigo presidente da Federaçao Portuguesa de Futebol.
Na final disputada entre AF Porto e AF Lisboa, os portuenses venceram por uma bola a zero no Estádio do Algarve.
Antes da finalíssima, jogou-se a partida de atribuição do terceiro e quarto lugar, com a AF Braga a vencer a AF Aveiro por 6-3.


Rui Cardoso










Ler mais

VOZ DESPORTIVA DA SEMANA - JOSÉ MAURO SANTOS



Os homens de Mafra, iniciaram a época sob o comando de Jorge Simão, que em Janeiro rumou a Belém, para substituir Lito Vidigal no Belenenses. O senhor que se seguiu foi António Pereira, a quem muitos chamam o “Mourinho dos pobres”, de saída do Clube Desportivo de Mafra, no final da fase de Promoção Zona Sul, do Campeonato Nacional de Seniores.
José Mauro Santos deu continuidade ao trabalho realizado, numa fase, onde o que estava em causa era a discussão do título de campeão do CNS.
A final da Marinha Grande, teve 120 minutos de futebol, emoção e no final, a lotaria que consagrou os campeões.
30 anos no futebol, não significa inexperiência ou falta de capacidade de liderança de um jovem treinador.
Alicerçado num percurso futebolístico sustentado, com passagens pelo FC Infesta, Escola de Futebol Hernâni Gonçalves, Boavista FC, FC Tirsense, GD Ribeirão, FC Felgueiras 1932 e CD Mafra. J. Mauro Santos, como se identifica no mundo social global, não foi contactado para renovar com os mafrenses.
Esta semana, é a nossa Voz Desportiva. Bem-vindo.

Voz Desportiva – Como começou o seu percurso futebolístico? Decidiu enveredar pela carreira de treinador por não ter jeito para “a bola”, ou o conhecimento e, a descoberta a nível científico sobre o desporto mais visto no mundo falou mais alto?

J. Mauro Santos – Curiosamente, começou numa feira do livro quando tinha 14/15 anos e comprei um livro técnico de Futebol. Comecei a olhar mais do ponto de vista de treinador quando percebi que o meu sonho de me tornar jogador não seria real. Morava em Moçambique e pratiquei sempre futsal, porque não havia as condições de hoje para a prática do Futebol de onze. Ainda fiz algumas experiências no Futebol de onze, no SL Benfica quando era Infantil, na Académica de Maputo (júnior), na Académica de Coimbra (sénior) e fui às captações na Ovarense (sénior). Mas nunca tive as vivências de base no Futebol de onze, apesar da história no Benfica ter sido curiosa e possivelmente um momento definidor. Não fiquei porque os meus pais não me quiseram deixar em Lisboa a viver com as minhas tias. Tudo poderia ter sido diferente se tivesse ficado, para o bem ou para o mal... 

VD – Passou pelos diversos escalões de formação. Qual a etapa decisiva na formação do futebolista?

J. Mauro Santos – A meu ver, a etapa mais importante é o jogar. Independentemente do escalão, o Fundamental é competir. Claro que o contexto em que se compete determina o grau de evolução que se possa ter. Se competirmos num contexto que nos coloque permanentemente problemas, seremos obrigados a encontrar soluções para esses mesmos problemas e, quantos mais obstáculos, mais alargado poderemos tornar o nosso leque de respostas. Falando de forma mais específica, a transição de júnior para sénior é sempre problemática, porque os jogadores acabam por sentir um choque muito grande. Os jogadores que mais jogam na formação, podem acabar por deixar de jogar de um momento para o outro, ou por não terem espaço, ou por virem a ser emprestados e terem que lidar com situações variadas que colocam à prova o espírito de sacrifício de cada um (como mudar de cidade, deixar de viver com os pais, etc).

VD – Em Portugal perdem-se muitos talentos futebolísticos. Na última etapa da formação, a transição de júnior para sénior, aquele que foi craque nas camadas jovens, vai depender sempre de uma oportunidade? Porque é que muitas vezes o talento não é suficiente?

J. Mauro Santos – Como referia, a questão emocional é essencial no Futebol e ganha ainda mais destaque no Futebol de formação. Não se pode tratar o jogador da formação como um sénior em miniatura. O jogador necessita de ser “trabalhado” como um todo e não apenas como um habilidoso que pode vir a render milhões. No entanto, há o pensamento generalizado que ser Messi ou ser Ronaldo está ao alcance de qualquer um, quando não está. Essa é outra dimensão do Futebol. Mas continua-se a fazer com que os jovens jogadores pensem de forma errada ao nível da postura, ao nível da atitude, do empenho, do foco, do equilíbrio emocional. Aliás, equilíbrio emocional é algo que é difícil encontrar em muitos jogadores com qualidade. E a culpa principal não é deles, apesar de cada um ter uma cabeça e capacidade de decisão. Depende muito do que se diz ao jogador, quando se diz, ou seja, dos conselhos que recebem e do que valorizam. Uns são bem aconselhados e mantém os pés no chão, outros até têm grandes hipóteses de se tornar jogadores de elite, mas acabam por se deixar levar pelos maus conselhos.

VD – Quando estudava e ambicionava ser treinador no futebol profissional, sentiu a influência de figuras como José Mourinho, André Vilas Boas ou Vítor Pereira?

J. Mauro Santos – Sou Treinador hoje, porque o Mourinho ganhou a Taça UEFA contra o Celtic. Nesse dia, quando cheguei a casa, fiz um ponto de situação na minha vida e percebi que tinha que mudar o rumo que estava a seguir. Estava então na Faculdade de Ciências a concluir o primeiro ano do curso de Biologia. Nesse dia plantei a semente da mudança de curso e acabei por concretizá-la em 2004 quando entrei na Faculdade de Desporto da Universidade do Porto.
Naturalmente admiro o Treinador Português, pela capacidade que tem de se adaptar às diferentes realidades e contextos. Desde Mourinho, a Vitor Pereira passando pelo Paulo Sousa, Leonardo Jardim, Marco Silva, Rui Vitória, para citar alguns exemplos, todos tiveram que construir um nome. E é assim que penso que deve ser a construção da carreira de um Treinador. 

VD – Considera-se um estudioso do jogo? Não sendo o futebol uma ciência exacta, a preparação prévia do processo final da semana de trabalho (jogo), é condicionada muitas vezes pela qualidade dos adversários. Há respostas para o facto de os jogos não correrem como o esperado, depois de toda essa preparação?

J. Mauro Santos – Gosto de condicionar os adversários, retirando-lhes tempo e espaço para executar. Isso requer algum tempo de reflexão, de análise e de trabalho de campo. Estudar o jogo é importante, mas se não formos capazes de operacionalizar ou de “desmontar” o conhecimento para passa-lo aos jogadores, não estaremos a ser bons Treinadores. Estaremos a ser maus teóricos.
Na minha opinião, o essencial é sempre a minha equipa. Gosto de fazer observação e ter dados dos adversários, mas a forma como se passa a informação aos jogadores é crucial. O jogador não pode pensar que nos preocupamos mais com o adversário do que com a nossa forma de jogar. Estaria a criar dúvida e receio nos jogadores. Daí que entenda a preparação para o jogo como a consolidação dos nossos processos, das nossas ideias, da nossa forma de jogar... transmitindo algumas noções fundamentais sobre o adversário de forma pontual. De qualquer das formas, há sempre a hipótese de as coisas não correrem como esperamos, por um motivo muito simples: o jogo é um confronto de duas formas de jogar. Se houvesse apenas uma equipa nem se poderia falar em jogo, mas é disso que se trata. Muitas pessoas esquecem-se desse pequeno pormenor nas análises que fazem aos jogos.

VD – Qual a sua opinião sobre os “profes” no futebol profissional, sendo que, históricos que jogaram ao mais alto nível e, posteriormente se tornaram treinadores, defendem que os professores devem trabalhar a componente física e, de análise?

J. Mauro Santos – Quando me chamaram Prof pela primeira vez ri-me. Da mesma forma que, quando me falam em adjuntos... não vejo as coisas dessa perspetiva, mas percebo que o pensamento esteja enraizado dessa forma e não seja fácil mudar. Considero que numa equipa técnica são todos Treinadores. Uns podem ter uma função, outros outra, uns com mais ou menos responsabilidade, mas nunca fragmentando o jogo em físico, técnico, psicológico, comportamental, tático, etc... não é isso que queremos que aconteça no jogo, logo não faz sentido faze-lo em treino, nem na estrutura de uma Equipa. Desde que todos os elementos compreendam os seus graus de liberdade dentro da equipa, penso que é a forma mais saudável de pensar uma Equipa Técnica e até uma Estrutura.

VD – Entrando no último terço do ano desportivo integrou a equipa técnica de António Pereira. Fale aos nossos leitores da experiência profissional vivida no CD Mafra.

J. Mauro Santos – Foi uma experiência extremamente positiva, não só pela subida de divisão e pela conquista do título no CNS, mas por termos chegado quando o clube se encontrava em segundo lugar e termos conseguido passar logo para a liderança no primeiro jogo contra o Operário. Depois estivemos cinco jornadas em primeiro, perdendo a liderança durante uma jornada para o Operário. Na jornada seguinte recuperámos a liderança e terminámos em primeiro, alcançando aquilo que era sonhado por todos os Mafrenses, sem perder nenhum jogo. Ficámos na história do clube e marcámos o coração dos Mafrenses.

VD – Trabalhar com António Pereira foi especial? É um técnico conhecido pela obtenção da manutenção nas equipas que treina, muitas vezes em condições e alturas da época difíceis. Transmite conhecimento de forma simples e, facilmente dá oportunidade aos jovens para colaborar com ele?

J. Mauro Santos – Já tinha trabalhado com o António Pereira no Tirsense e no Ribeirão. É uma pessoa que admiro bastante. É dos Treinadores com mais subidas de divisão no Futebol Nacional. Trabalhar com ele será sempre especial, pela frontalidade, pela liderança forte e pelo conhecimento que tem sobre o jogo e sobre o mundo do Futebol. Sim, sabe transmitir a informação de forma eficaz, realista e simples. Recebe sugestões e quando não concorda debatemos o assunto, tentando encontrar uma solução.

VD – De repente, o José Mauro Santos tem uma semana decisiva nas mãos. Conhecer outros adversários, é mais fácil pela projeção dos campeonatos e, o seu mediatismo. Conhecia o trabalho de Daniel Ramos e pouco mais, relativamente à equipa do FC Famalicão?

J. Mauro Santos – Já tinha jogado contra o Famalicão três vezes: duas na época passada, quando estava no Tirsense e outra quando estava no Ribeirão. Conheço a forma de estar do Daniel Ramos e as ideias que tem sobre o jogo. Sobre ele tenho opiniões bastante positivas. É um dos Treinadores que admiro por estar a fazer um percurso ascendente no Futebol  Nacional. Conheço também elementos da estrutura e da equipa técnica do Famalicão, assim como alguns jogadores (de os ver jogar). Tinha algumas informações e, por exemplo, só não acertei em dois jogadores. Estava a contar que jogasse o Mércio e não contava que jogasse o Chidi.

VD – Que dificuldades sentiu para preparar o jogo? Presumo que seja muito difícil esse trabalho, quando há pouca informação disponível sobre os adversários.

J. Mauro Santos – Tive a colaboração de pessoas conhecidas que me facultaram algumas informações sobre o Famalicão. Essas informações foram essenciais para cruzar com as minhas e minimizar o factor surpresa, mas mesmo minimizando, nunca conseguiremos eliminar esse factor, até porque do outro lado estava um Treinador experiente, que queria ganhar. No entanto, não passei muita informação aos jogadores durante os treinos que antecederam o jogo. O mais importante era focar atenções no nosso grupo e em definir as nossas prioridades.

VD – Para um grupo de trabalho que viveu a saída de dois treinadores. A motivação de jogar uma final, fez com que o grupo se focasse mais no trabalho para esse momento decisivo? Até que ponto, o abandono do técnico pode afectar uma equipa?

J. Mauro Santos – Tratou-se de um jogo quinze dias depois do último jogo da fase de subida, no fim da época... os jogadores já estavam desgastados, a merecer férias e não foi fácil lidar também com esse aspeto, aliado ao que refere. Ao Treinador, compete fazer com que o grupo perceba o que tem diante de si, o que podem ganhar se se aplicarem e derem o seu melhor. De facto, foram muitos acontecimentos, mas os jogadores que tive o prazer de orientar, independentemente de tudo, são verdadeiros campeões e queriam ganhar a final.

VD – Calculo que tenha sido uma semana muito intensa de trabalho. Como foi essa semana, o dia da final e, o pré jogo?

J. Mauro Santos – Se dissesse que foram dias tranquilos estaria a mentir, porque não estava a contar com uma mudança daquelas a tão pouco tempo de terminar a época. Ponderei o que deveria fazer, e tendo o aval do António Pereira para assumir desde a sua saída, aceitei o convite da direção. A partir desse momento tive que começar a pensar de forma diferente. É muito mais fácil quando somos Treinadores na sombra e quando não temos a responsabilidade de tomar as decisões mais importantes. Mas quando temos que decidir, ponderar, refletir, evitar cometer injustiças, mesmo sabendo que não podemos agradar a todos, o panorama é outro. Tive que me ajustar aos acontecimentos de fim de época, à distância a que estávamos do jogo, às necessidades dos jogadores... foram treinos com conversa quanto baste,  em que não adiantava massacrar emocionalmente os jogadores, mas também não poderíamos entrar em descompressão total. Foi importante encontrar um ponto de equilíbrio.
Não me foi colocada nenhuma pressão externa para conquistar o título. Mas tendo esta oportunidade, foi algo que quis desde o momento que aceitei o desafio, porque acreditava que era possível, independentemente de se dizer que não éramos favoritos, que estávamos mais fracos ou que aquele jogo não era o objetivo fundamental da época, como que retirando a importância de um jogo que vale um título de Campeão Nacional.
O dia da final foi vivido com tranquilidade (quem ler parece mentira, mas não é). Dormi normalmente na noite anterior, mantive as minhas rotinas e apenas estava mais calado que o habitual, porque estava mais pensativo, sempre a pensar o que faria se acontecesse A, B,C, D, etc. A chegada ao estádio foi um dos momentos determinantes, porque os jogadores sentiram-se provocados pelos adeptos do Famalicão, num incidente que só existiu, porque não havia a segurança devida quando o autocarro chegou. A conversa com os jogadores antes do jogo foi no sentido de que eles tivessem bem presente que aquele era o sonho de qualquer jogador de qualquer escalão, de qualquer miúdo que joga Futebol. Jogar uma final e disputar um título, não é algo que acontece todos os dias e achei que era importante faze-los transportar para uns anos antes, quando começaram as suas carreiras e estavam cheios de ilusões e sonhos.
O jogo foi intenso do primeiro ao último minuto. Entrámos bem na primeira e a primeira oportunidade do jogo foi nossa. Depois o Famalicão equilibrou e criou-nos muitas dificuldades até ao fim da primeira parte. Na segunda parte, corrigimos o que estávamos a fazer mal na primeira parte e tivemos o nosso bloco defensivo mais unido. Outro momento determinante foi aos 95´, quando o Famalicão marcou. Os jogadores que estavam no banco incentivaram de forma muito ativa os colegas que estavam lá dentro, enquanto eu decidia-me sobre a última substituição e sobre mudanças na estrutura para arriscar tudo. Depois dos ajustamentos iniciais a equipa respondeu muito bem às alterações, pressionou, procurou ser agressiva na conquista da bola e depois no desequilíbrio pelos corredores laterais, mas não definimos bem no momento do cruzamento. No entanto, a nossa reação demonstrou que queríamos ser Campeões e sabíamos que para isso, tínhamos que empatar. Os jogadores foram incríveis na busca pelo golo e demonstraram que não se tratava de um jogo a feijões.     
VD – Hoje termina a sua ligação ao CD Mafra. Sente algum tipo de mágoa por não continuar a trabalhar no clube?

J. Mauro Santos – Não. Não há tempo para mágoas no Futebol. Apesar do que fui lendo e ouvindo, não atribuí muita importância. Tenho os pés assentes no chão e sei como funciona este mundo. Estou de consciência tranquila pelo trabalho que desenvolvi e pelo esforço que empreguei ao serviço do clube e isso para mim é o mais importante. Agarro-me às coisas positivas e o meu foco está no futuro.

VD – Tem sido sondado por clubes? Pode adiantar alguma informação sobre o seu futuro?

J. Mauro Santos – Por uma questão ética, decidi não tomar nenhuma decisão até ao dia 30 de Junho. Está tudo em aberto e a minha intenção passa por ser Treinador no CNS ou integrar uma equipa técnica na I Liga, na II Liga ou no estrangeiro.

Para terminar a nossa entrevista, defina ou responda.

Futebol de Formação – Trabalhar no sentido de fornecer jogadores de qualidade ao Futebol Sénior

Futebol cientifico e, a sua importância no trabalho de campo e preparação dos jogos – Análise e observação da própria equipa e dos adversários, identificando padrões comportamentais (plano macro) nos diferentes momentos de jogo

Mister António Pereira – Treinador com liderança forte, com princípios e regras bem definidas. Conhecedor da realidade do Futebol. Frontal e Justo

Campeonato Nacional de Seniores – Viveiro de jogadores

Valorização dos jogadores do CD Mafra – Merecida pelo trabalho desenvolvido por eles

CD Mafra – Campeão Nacional

J. Mauro Santos – O caminho faz-se caminhando 



Rui Cardoso
Ler mais

MAFRA: JORGE NEVES É O TÉCNICO ESCOLHIDO PARA A ESTREIA NA II LIGA

Foto: Manuel Azevedo
O Mafra, campeão nacional de seniores na época que terminou, já escolheu o técnico que irá comandar os destinos do clube na sua estreia na II Liga: Jorge Neves (ex-Beira-Mar).
O técnico, assinou contrato por uma temporada, e vai ter como elementos da equipa técnica, Caetano, Chiquinho Carlos e Nuno Santos.

Entretanto, já renovaram contrato para a nova temporada, os seguintes jogadores:
Godinho, Leo, Filipe Leão, Sandro, Pengfei, Tiago Costa e Luís Carlos

Mário Pinhal
Ler mais

CNS 2015/16: NOVIDADES NO JUVENTUDE DE ÉVORA

O Juventude Sport Clube (Évora) está de regresso aos campeonatos nacionais, após duas temporadas no distrital da AF Évora.
O clube alentejano, que será treinado por Jorge Vicente, que se mantém ao comando da equipa, garantiu a contratação de Sebastien Malagueira, extremo que já passou por Moreirense, Fátima, Benfica de Castelo Branco e União Sport Clube, de Montemor.
O capitão Pedro Amendoeira também se mantém em Évora.

Entretanto são já conhecidos os jogos de pré-temporada da formação eborense:
1 de Agosto: JUVENTUDE vs Coruchense
5 de Agosto: Coruchense vs JUVENTUDE
8 de Agosto: JUVENTUDE vs Crato
9 de Agosto: JUVENTUDE vs Sacavenense
15 de Agosto: Triangular JUVENTUDE, Castrense , Vitória de Setúbal
16 de Agosto: Crato vs JUVENTUDE

Mário Pinhal

Ler mais

CNS 2015/16: MIGUEL PINÉU É REFORÇO DO MOURA

Foto: Radio Hertz
Miguel Pinéu, troca o Fátima pelo Moura, sendo mais um reforço da equipa alentejana para a nova temporada.
O jovem formado nas escolas do Vitória de Setúbal e que já passou, entre outros, pelo GD Alfarim e Naval 1º Maio, fez 16 jogos pela formação do Fátima e abraça agora um novo desafio no Campeonato Nacional de Seniores.

Outro dos reforços da equipa de Moura, deverá ser Bryan, que na temporada transacta alinhou no Pinhalnovense.

Mário Pinhal
Ler mais

CONFIRMADAS AS SAIDAS NO AMORA FC




Estão confirmadas as saidas dos atlétas  Nuno Nascimento, Sérginho, Jandir, Mauro Gonçalves e Miguel Abreu jogadores que não ficam no plantel 2015/2016 do Amora FC

Para colmatar algumas saídas o clube ja contratou:

Gustavo Gualdino Ex Palmelense
Luis Soares Ex Almada AC
Jota Ex Almada AC
Ricardo Santos Ex Beira Mar Almada
Ler mais

ESTADIO MIROBRIGA PROTOCOLO DE CONSTRUÇÃO DO SINTÉTICO



Foi celebrado o Protocolo entre a Câmara Municipal de Santiago do Cacém e o União Sport Club, que estabelece os termos e condições da requalificação do campo de futebol alternativo - aplicação de sintético. Depois de resolvido os impasses burocráticos, o União SC está habilitado e com a competência para avançar com a obra do sintético, nomeadamente, desenvolver o processo dentro dos trâmites legais através de procedimento por Ajuste Direto para a empreitada do sintético. A responsabilidade do lançamento, execução e acompanhamento deste procedimento por Ajuste Direto está a cargo do Vice Presidente do clube, Luís Raposo. Prevê-se que a obra inicie em julho, após decorrido os prazos e os trâmites legais.



FONTE:USC
Ler mais

FUTSAL FEMININO - RESTAURADORES AVINTENSES TERMINAM TAÇA NACIONAL JÚNIOR NA 3ª POSIÇÃO


A Associação Recreativa Restauradores Avintenses, campeão do Inter Distrital Porto Aveiro, terminou a sua prestação na Taça Nacional de Juniores A, na terceira posição, atrás de SL Benfica, campeão nacional e, Leões de Porto Salvo, 2º Classificado. O Outeirense, ficou na 4ª posição.

Rui Cardoso  
Ler mais

CNS - IGOR LOPES APRESENTADO PELO AD LIMIANOS COMO REFORÇO


A AD Limianos, é o novo desafio do avançado cabo verdiano Igor Lopes. O clube de Ponte de Lima, filiado na AF de Viana do Castelo, contratou o futebolista ex. SC Salgueiros. Na última época, Igor marcou 6 golos.


Rui Cardoso 
Ler mais

FUTSAL - BOAVISTA FC VENCE TAÇA NACIONAL DE JUNIORES

 

Duas vitórias foram suficientes, para o Boavista FC garantir o título, na Taça Nacional de Juniores 2014/15.
A final a quatro, contou com a presença de duas equipas da AF Porto. Boavista FC e FC Unidos Pinheirense e, duas equipas da AF Lisboa. Leões de Porto Salvo e, CF "Os Belenenses". Sobre a quadra do Pavilhão Municipal de Ponte de Sôr, no Alentejo, os boavisteiros superiorizaram-se no sábado, a Pinheirense e Porto Salvo, aproveitando da melhor maneira, os resultados dos seus adversários. Este domingo, as panteras perderam frente aos futsalistas da "cruz de cristo" por 5-3.
Rui Baltar, capitão do clube do bessa, que esta temporada alternou entre os juniores e os seniores, levantou o troféu que consagrou os campeões.



Rui Cardoso
Ler mais

ELEIÇÕES SC SALGUEIROS - LISTA ENCABEÇADA POR SILVESTRE PEREIRA OFICIALIZOU A CANDIDATURA


Silvestre Pereira, conhecido organizador de eventos desportivos da Cidade do Porto, oficializou a candidatura à presidência do Sport Clube Salgueiros.
O acto eleitoral realiza-se no dia 17 de Julho de 2015, na Casa da Cultura de Paranhos, das 20h00 às 23h00.
A lista encabeçada por Silvestre Pereira, terá o actual presidente da CA que gere actualmente o Salgueiros, Eng. António Maria, como presidente da mesa da Assembleia geral e, Gil Almeida, vice presidente da CA, como vice presidente da direcção.


PROGRAMA DE CANDIDATURA "SALGUEIROS COM FUTURO"

O Salgueiros viveu recentemente mais um momento conturbado da sua história, que levou à nomeação de uma Comissão Administrativa que fez a gestão possivel até ao momento.
Acreditamos que o período mais difícil foi ultrapassado com algum sucesso e o clube reconquistou alguma estabilidade, tendo sido possível voltar à normalidade com a marcação de eleições. Não temos, no entanto, ilusões quanto às dificuldades e desafios ainda existentes.
Neste contexto pensamos que o clube precisa de corpos sociais que continuem o trabalho de saneamento financeiro, criem uma situação de estabilidade e continuidade, mas que consigam também projetar o clube para o futuro, nas suas mais variadas vertentes.
Acreditamos ter conseguido formar uma equipa com as valências necessárias para desenvolver este trabalho, esperando também a colaboração de todos os salgueiristas que se mostrem disponíveis, e apresentando-nos dispostos a trabalhar para o clube, pelo clube e respeitando sempre os seus sócios.


VISÃO

Construir um clube alicerçado numa perspetiva de futuro, tendo como objetivos os eixos de ação fundadores do S.C. Salgueiros:
1- Ser uma instituição respeitável, respeitadora e respeitada;
2- Assentar a sua ação com base nos valores fundamentais do clube e nas normas expressas no seus estatutos;
3.- Privilegiar o seu crescimento na Freguesia de Paranhos e na cidade do Porto, tendo como alavanca os sócios, as instituições políticas da cidade (C.M. Porto, Junta de Freguesia de Paranhos), o Polo Universitário envolvente e outras instituições públicas e privadas da cidade.

 OBJECTIVOS

1- Dotar o clube de infra-estruturas próprias;
2- Sanear financeiramente o clube e promover uma gestão rigorosa e adequada aos recursos existentes;
3- Aumentar o número de sócios e promover maior participação destes na vida do clube;
4- Assegurar a estabilidade desportiva do clube em termos de futebol, fazendo uma gestão adequada à realidade, assente em princípios de gestão rigorosa, competente e profissional, e que crie condições de crescimento e sucesso futuro a partir do trabalho adequado de formação e prospeção;
5- Desenvolver e potenciar a marca Salgueiros;
6- Aumentar o ecletismo do clube através do aumento do número de modalidades e praticantes em atividade.



Rui Cardoso
Ler mais

CNS - PAULO MONTEIRO EX. SPORT CLUBE RIO TINTO É REFORÇO DO SALGUEIROS

 

Paulo Monteiro é avançado, tem 20 anos e, na última temporada realizou 38 jogos, 6 golos, no Sport Clube de Rio Tinto, 3º classificado na Divisão de Élite Pro Nacional, da AF Porto.
O avançado, esteve duas épocas na equipa sénior do Gondomar SC, onde conclui o período de formação com 17 golos apontados.
Em 2015/16, vai representar o SC Salgueiros, do Campeonato Nacional de Seniores.


Rui Cardoso
Ler mais

HÓQUEI EM PATINS - PORTUGAL TERMINA PARTICIPAÇÃO NO MUNDIAL NO PÓDIO

 

Termina na terceira posição, a prestação de Portugal no Campeonato do Mundo em Hóquei em Patins, que se realizou em La Roche Sur Yon, França.
Na última sexta feira, a selecção portuguesa perdeu por 5-2 com a Argentina, no jogo de acesso à final e, este sábado, na disputa pelo último lugar do pódio, os hoquistas de Sénica golearam a Alemanha por 7-3. Rafael Costa (2), Jorge Silva, Hélder Nunes, Gonçalo Alves, João Rodrigues e Valter Neves, marcaram os golos lusitanos. 
A última conquista mundial do hóquei patinado português, remonta ao ano de 2003, em Oliveira de Azeméis.


Rui Cardoso
Ler mais

EUROPEU SUB 21 - CINCO GOLOS E MUITO FUTEBOL LEVAM PORTUGAL À FINAL

 

20 de Abril de 1994, Monpellier, França. Final do Campeonato da Europa Sub 21. A geração de ouro do futebol português, perdeu com a Itália por 1-0 após prolongamento.
21, o numero da categoria. 21 anos depois dessa final, os Sub 21 tem uma nova oportunidade para conquistar o título Europeu, que falta à vitrina do futebol de formação luso.
A chegada à final do Europeu checo, deixou os apaixonados por futebol, completamente rendidos aos miúdos de Rui Jorge. 5-0. Golos de Bernardo Silva, Ricardo Pereira, Ivan Cavaleiro,João Mário e Ricardo Horta.
Eficácia, eficiência, fluidez de jogo, alma lusa, raça lusitana. Terça Feira, 30 de Junho de 2015, Estádio Eden Arena, Praga, Republica Checa, 19H45, na RTP, a televisão de todos nós e, na Antena pela voz de Fernando Eurico, o Guedes.
Todos com Portugal a torcer pelo sonho.
FORÇA PORTUGAL


Rui Cardoso
Ler mais

CNS - MONTEIRO REGRESSA SALGUEIROS

 

Ao final da manhã deste domingo através da rede social Facebook, a Rádio Ponte Sul/Voz Desportiva leu nas plataformas salgueiristas, a grande felicidade dos seus adeptos, pelo regresso de Monteiro ao clube.
O defesa central de 26 anos, fez a formação futebolística no clube de Paranhos, foi capitão nos seniores e, nas últimas três temporadas representou o Clube Desportivo Candal, que milita nos campeonatos distritais da AF Porto.
Reforço com ALMA para 2015/16.


Rui Cardoso


Ler mais

FUTEBOL MODERNO: GONÇALO FEIO, O ANALISTA DE DESEMPENHO

Foto: Legia.com
No vice-campeão polaco, Legia de Varsóvia, há um português quase desconhecido do grande público, de seu nome Gonçalo Feio.
Num futebol moderno, há posições tão ou mais importantes que a de treinador e podemos mesmo dizer que Gonçalo desempenha uma delas.
O Analista de Desempenho da formação polaca, passou a fazer parte da equipa técnica do norueguês Henning Berg, a partir de Janeiro de 2014 mas já antes era o responsável pela Academia de Futebol do Legia, sendo responsável pelas equipas Sub-15 e Sub-10.
Nos jogos da formação de Varsóvia, podemos facilmente encontrá-lo nas bancadas ou junto aos jornalistas, a gravar e analisar o desempenho dos atletas da equipa. Se notar algo que não está a correr de acordo com o planeado, ou verificar que algum jogador não está a jogar da forma que lhe foi indicada, Gonçalo fará passar essa informação ao técnico principal, quer ao intervalo dos jogos, quer no final da partida, sendo uma fonte vital nas tomadas de decisão de Henning Berg.

No caso de Gonçalo, a informação obtida é também passada na Academia, com o objectivo de passar aos jovens jogadores do Legia, a ideia de como devem actuar em campo, facilitando a implementação de um modelo único de jogo e tornando possível uma integração mais fácil dos jovens da formação, quando chegam à equipa principal.

O técnico português aplica na Polónia, o que já se vem aplicando nas melhores academias da Europa, como Arsenal, Roma, Lazio ou Benfica, por onde Gonçalo passou.

Mário Pinhal 
Ler mais

TRANSFERÊNCIAS CNS FUTEBOL PROFISSIONAL - JOÃO GRADÍSSIMO


Campeão de juniores B e C pelo FC Porto. Os primeiros pontapés na bola a nível federativo, foram dados no Sport Clube Rio Tinto. No Salgueiros jogou quatro anos na formação, período findado no Leixões SC e Académica de Coimbra.
Nas três épocas de sénior, o médio ofensivo de 23 anos representou Atlético Clube de Vila Meã, SC Mirandela onde alinhou em 23 jogos e, marcou 8 golos. Pela mão de Paulo Gomes regressou a casa, fez 22 partidas e apontou 4 golos, com a camisola do Salgueiros.
2015/16, trás uma nova etapa para a carreira de João Gradíssimo. Ao serviço do Académico de Viseu, Liga 2, treinado por Ricardo Cheu, seu antigo treinador no futebol juvenil salgueirista, vai estrear-se nos campeonatos profissionais do futebol português.


Rui Cardoso
Ler mais

I JOGOS EUROPEUS BAKU 2015 - TELMA MONTEIRO DE OURO

 

A emoção de Telma Monteiro quando soou "A Portuguesa" em Baku. -57 Kg, a categoria de uma das grandes campeãs do desporto português.
Nos I Jogos Europeus Baku 2015, um Ippon de um minuto e quarenta e nove segundos, aplicado à judoca húngara Hedvig Karacas, garantiu mais uma medalha de ouro para Portugal, em ano de estreia dos "olímpicos europeus".
Parabéns Telma Monteiro, obrigado pela emoção, obrigado por tudo o que tens dado ao desporto português.


Rui Cardoso 
Ler mais

CHAMPIONS LEAGUE NO FEMININO: FUTEBOL BENFICA JÁ CONHECE OS ADVERSÁRIOS

Foto: Clube Futebol Benfica
Decorreu hoje na sede da UEFA, em Nyon (Suiça), o sorteio da fase de qualificação de 2015/16, com o estreante Futebol Benfica a ficar colocado no Grupo 6, juntamente com ŽFK Spartak (Sérvia), WFC Osijek (Croácia) e CSF Noroc Nimoreni (Moldávia).
O mini-torneio de apuramento, terá lugar na cidade croata de Osijek, de 11 a 16 de Agosto.


Foto: UEFA.com
 Apenas os vencedores dos oito grupos terão acesso aos 16 avos-de-final, juntando-se às 24 equipas que ficam isentas desta fase de apuramento.

Mário Pinhal
Ler mais

VALADARES GAIA - 5 REFORÇOS PARA NOVA APOSTA À SUBIDA AOS NACIONAIS

No início da última época, a aposta da direcção do Valadares Gaia Futebol Clube foi grande, com o objectivo de ascender ao Campeonato Nacional de Seniores.
4º classificado na Divisão de Élite Pro Nacional da AF Porto, os gaienses renovam a aposta e, para a próxima temporada, garantiram já cinco reforços.
Carlos Pinto, Fábio Rola & Bruninho (ex. CF Oliveira do Douro), vencedor da Taça Brali, Castro (ex. CD Sobrado) e Arantes (ex. Gondomar SC).


Rui Cardoso
Ler mais

EQUIPA B VARZINISTA TEM VAGA GARANTIDA NO CNS



A equipa B do Varzim Sport Club, 2ª classificada na Divisão de Élite Pró Nacional, da AF Porto, tem garantida uma vaga para participar no Campeonato Nacional de Seniores na próxima temporada, devido às desistências de alguns clubes.
No ano em que os poveiros comemoram 100 anos de vida, o Varzim SC consegue o feito de subir duas equipas de divisão.


Rui Cardoso
Ler mais

BENS DO BEIRA MAR MONTE GORDO VÃO A LEILÃO

                         Beira Mar de Monte Gordo em risco de insolvência




Beira Mar de Monte Gordo clube do sotavento algarvio pode perder alguns dos seus bens que vão ser leiloados no próximo dia 02/07/2015 pelas 14h30.


Complexo desportivo, bilheteira, bar, bancada, gabinete de impressão, lavandaria, rouparia, posto socorros, instalações sanitárias, mobiliário de escritório, quarto e sala de jantares a juntar a isto dois apartamentos pertencentes ao clube algarvio ben situadfos na avenida principal de monte gordo no total uma area de 17,500,00 m2


Momentos difíceis para o clube de Monte Gordo qua chegou a militar nos campeonatos nacionais de futebol ainda à bem pouco tempo.
Ler mais

CNS - BINAIA REFORÇA LUSITANO FCV

 

Nuno Binaia, o maestro do meio campo do GD Moimenta da Beira nas duas últimas épocas, foi apresentado pela direcção do Lusitano FCV, como reforço para 2015/16.
O lamecense de 27 anos, apontou 11 golos ao serviço dos azuis e brancos de Moimenta da Beira na última temporada e, no currículo tem duas épocas ao serviço do Desportivo das Aves. A mais produtiva em 2012/13, onde participou em 25 partidas.


Rui Cardoso 
Ler mais

HÓQUEI EM PATINS - PORTUGAL VS CHILE NOS QUARTOS DO MUNDIAL

Portugal goleou a Áustria no Mundial de hóquei em patins 

26 golos marcados pela selecção nacional de hóquei em patins, no campeonato do mundo. O melhor ataque da competição, vai medir forças com o Chile esta quinta feira pelas 18h30, no encontro referente aos quartos de final.
Até ao momento, Portugal não perdeu qualquer jogo. Passou com distinção a fase grupos. Três vitórias em três encontros disputados e, goleou o Brasil por 8-2, nos oitavos de final.
A última conquista mundial do hóquei em patins português foi em 2003, na organização lusa em Oliveira de Azeméis.


Rui Cardoso
Ler mais

SUB 21 - PORTUGAL DEFRONTA A ALEMANHA NAS MEIAS FINAIS E VAI AO RIO 16


Os Sub 21 de Portugal, garantiram esta noite o apuramento para as meias finais do Campeonato da Europa, que  se está a disputar na Republica Checa.
Depois do empate frente à selecção italiana a zero bolas, os comandados por Rui Jorge, empataram a um com a Suécia. Gonçalo Paciência saltou do banco de suplentes aos 57 minutos e, aos 82 inaugurou o marcador. Tibbling, restabeleceu o empate aos 89 minutos.
Para além da passagem às meias finais do Europeu, onde vão defrontar a Alemanha, os Sub 21, vão marcar presença em 2016, nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Onze anos depois da última participação em 2004, Atenas, Grécia.


Rui Cardoso
Ler mais

ENTREVISTA A EDGAR CURADO PRESIDENTE DO GD LAGAMEÇAS




A Rádio Ponte Sul/Voz Desportiva esteve à conversa com o presidente do G.D.Lagameças, Edgar Curado, que nos fez uma análise à temporada desportiva 2014/2015 e, a previsão à temporada 2015/2016.

Curiosidade. O Grupo Desportivo Lagameças é, o clube que tem o capitão mais velho dos campeonatos futebolísticos em Portugal. António Estrela tem 48 anos, alinha na posição de defesa esquerdo e, acumula as funções de jogador com as de treinador.
Obrigado pela disponibilidade em nos receber. Bem Vindo à Ponte Sul/VD.

PONTE SUL/VD - Que análise faz ao percurso do GD Lagameças na temporada que recentemente findou?

GD LAGAMEÇAS - A época que foi construída e planeada, na tentativa de fazer melhor que na anterior, mas infelizmente por algumas más escolhas de jogadores, tivemos a infelicidade de ficarmos sem o timoneiro da equipa e, teve que ser um jogador do plantel a assumir o comando técnico. Os resultados anteriores não foram os melhores e, depois na partida da 2ª fase se tivéssemos a hipótese de não jogarmos, teríamos o feito, mas tivemos que ir ao até ao fim, mesmo assim, apesar da péssima classificação, porque ninguém gosta de ficar em último, terminámos a época com 2 vitórias, o que deu para terminarmos de cabeça erguida.

PONTE SUL/VD - Em relação á próxima temporada, quais os objectivos do GD Lagameças?

GD LAGAMEÇAS - Esta vai ser a minha 5ª época como presidente do GD Lagameças, de momento estamos praticamente com o plantel totalmente completo, faltando apenas 4, 5 jogadores que vão compor um lote de 24 atletas, que irão ser comandados pelo jogador/treinador que terminou a época anterior e, será ele, juntamente com a equipa técnica escolhida por si, que  irá tentar tonar o nosso sonho da subida de divisão, uma realidade.

PONTE SUL/VD - Que escalões de futebol além do sénior, irão estar em actividade na próxima temporada?

GD LAGAMEÇAS - Somente o sénior, já tentamos num passado recente, ter escalões de formação, mas o grande entrave é não termos campo com relva, como é do conhecimento geral.

PONTE SUL/VD - Para quando um possível arrelvamento sintético para o Lagameças, com uma possível ajuda da Câmara Minicipal de Palmela ou Junta de Freguesia de Poceirão?

GD LAGAMEÇAS - Não gosto muito de falar nisto, mas em 4 anos que estou no comando dos destinos do GD Lagameças, a Câmara de Palmela contribuiu com zero euros, zero, seja para o que fosse, quanto à junta de freguesia do Poceirão, tem-nos ajudado com o que pode e, a mais não é obrigada, ajudas essas dentro dos contextos esporádicos e ocasionais.
Quanto á Câmara Municipal de Palmela, até num passado bem recente, por causa de nos facultárem um transporte para deslocação, impôs demasiadas burocracias, que se vieram a refelctir no cortar autêntico das nossas pernas e possibilidades.
Aquilo que se está a pensar e, penso nisso todos os dias, é mesmo haver possibilidade de colocármos um relvado natural, cuja manutenção da relva seria efectuada por apaixonados pelo clube, mas é somente uma possibilidade, da qual não descartamos em poder efectuá-la num futuro próximo, mas a nossa prioridade neste momento vai para a iluminação do recinto desportivo que terá que ser mais forte em iluminação para os treinos nocturnos.

PONTE SUL/VD - Quais as contrapartidas financeiras para o plantel do GD Lagameças em 2015/2016?

GD LAGAMEÇAS - Aquilo que foi acordado com jogadores e equipa técnica, foi existir sempre transporte para treinos, alimentação, e almoços convívio sempre antes dos jogos em casa, em termos financeiros o clube não tem possibilidade de pagar salários e, é com estas dificuldades todas que juntos em prol de Lagameças iremos tentar a subida de divisão.

PONTE SUL/VD - Presidente, em nome da equipa VD/PONTE SUL, desejo em termos pessoais e para o GD Lagameças tudo de bom e, que o sonho seja concretizado.

GD LAGAMEÇAS - Eu é que agradeço a vossa disponibilidade...



PAULO BARULHO
        Colaborador
Ler mais

PINHALNOVENSE PREPARA NOVA EPOCA COM NOVO TREINADOR



O Clube Desportivo Pinhalnovense já tem treinador para a nova época, será JOSÉ MANUEL VASQUES.

Treinador com 52 anos começou a carreira no Torres Novas  foi a opção da direcção do clube da margem sul do tejo para a época 2015/16.
Ler mais

MIGUEL VIEGAS TENTA A SUA SORTE NO PORTIMONENSE

O jovem lateral-direito Miguel Viegas, de 19 anos e natural de Odemira, vai realizar a pré-época de 2015-2016 com a equipa sénior do Portimonense, que milita na II Liga. 

Miguel Viegas começou a jogar futebol no Odemirense clube alentejano,  desde 2013-2014 que está no Algarve, ao serviço do emblema de Portimão. 

Agora vai tentar convencer o futuro técnico a ficar no plantel principal dos alvi-negros na próxima época.
Ler mais

ESTÁ APRESENTADO O NOVO TÉCNICO DO VASCO GAMA SINES

A recém-empossada direcção do Vasco da Gama de Sines apresentou esta terça feira o novo treinador da equipa sénior de futebol.

João Direito, que nas últimas quatro épocas orientou o U. Santiago, é o novo treinador do Vasco da Gama de Sines que na próxima temporada volta a apostar na subida de divisão.



Recorde-se que nas anteriores passagens pelo clube João Direito conquistou um título distrital da 2.ª Divisão e uma Taça Associação Futebol  Setúbal.  
Ler mais

ALENTEJO RECEBE SUPERTAÇA "ANTÓNIO LIVRAMENTO"

Peneque, na vila de Aljustrel, receberá no próximo dia 26 de setembro o jogo da Supertaça António Livramento em hóquei em patins, entre as equipas de seniores masculinos do Sport Lisboa e Benfica e do Sporting Clube de Portugal. 

A competição abre a época desportiva 2015/16 e, opõe, habitualmente, o campeão nacional ao vencedor da Taça de Portugal. Nesta edição, como o Benfica foi campeão nacional e vencedor da Taça de Portugal, o Sporting está presente na qualidade de finalista vencido da taça. O Benfica sagrou-se campeão nacional, sem derrotas (apenas com um empate) e com uma vantagem de 10 pontos sobre o Porto, enquanto no mesmo campeonato o Sporting ficou pelo quinto lugar a 27 pontos dos encarnados. 


A organização da supertaça será da Associação de Patinagem do Alentejo, sob concessão da Federação de Patinagem de Portugal e o apoio logístico do município da Vila Mineira. O início do jogo está marcado para as 21 horas, poderá ter honras televisiveis.
Ler mais

ALGARVE COM MENOS EQUIPAS NOS NACIONAIS EM 2015/16

Futebol a sul com menos duas equipas na época 2015/16.

A região sul continua sem representantes na Primeira Liga, mas continua com três clubes a representar a região na Segunda Liga e volta a estar representada na 1.ª Divisão do Campeonato Nacional de Juniores. Haverá menos uma equipa algarvia nos campeonatos de seniores e, também, menos uma nos escalões de formação. Na próxima época haverá apenas oito equipas do Algarve na Taça de Portugal
Ler mais

SORTEIO DAS COMPETIÇÕES PROFISSIONAIS SERÁ NO ALGARVE

O sorteio das competições profissionais de futebol referentes à época 2015/16 irão decorre no dia  04 de julho, em Loulé (Algarve) anunciou a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP). 

O evento vai realizar-se no Cineteatro Municipal de Loulé e tem o início marcado para as 19:00. 

A I Liga portuguesa de futebol 2015/16 realiza-se de 16 de agosto a 15 de maio, com sete paragens, para seleção ‘AA’, Taça de Portugal e Natal, e a grande novidade é uma ronda a meio da semana. 

A 16.ª jornada está agendada para uma quarta-feira (06 de janeiro), quatro dias depois da 15.ª, marcada para um sábado, e quatro dias antes da ronda que fecha, a 10 de janeiro, a primeira volta da competição. 

Entre a primeira e a 34.ª rondas, o campeonato para sete vezes, quatro delas para jogos da seleção principal - 06 de setembro, 11 de outubro, 15 de novembro e 27 de março, no que é a única paragem no ano de 2016. 

Os outros fins de semana sem I Liga são os de 18 de outubro e 22 de novembro, datas da terceira e quarta rondas da Taça de Portugal, e de 27 de dezembro, entre o Natal e o final do ano. 

A II Liga realiza-se entre 08 de agosto - véspera da Supertaça Cândido de Oliveira, no Algarve, entre Benfica e Sporting – e 14 de maio, data da 46.ª ronda.
Ler mais

SP FARENSE ADIA O INICIO DOS TRABALHOS

O Farense, já prepara nova época desportiva na II Liga de futebol, anunciou hoje que o primeiro dia de trabalho, previsto para esta quarta-feira, foi adiado para a próxima semana. 

Depois da apresentação oficial, que decorre num jantar marcado para domingo, em local a anunciar, o trabalho de campo, sob a orientação do técnico Jorge Paixão, que regressou esta época ao clube algarvio, vai arrancar na segunda-feira. 

Ainda sem reforços anunciados, o plantel do clube de Faro conta, para já, com dez jogadores que transitam da última temporada e três ex-juniores, aos quais se juntarão, na pré-época, dois elementos que alinharam na equipa B dos algarvios (D'Ávila e Chico). 

Depois de o jogo particular com o Sporting de Braga ter sido cancelado, o Farense revelou hoje que o encontro de apresentação aos sócios será com os ingleses do Bristol City, no dia 18 de julho, no Estádio de São Luís, em Faro. 

A restante agenda da pré-época engloba outros cinco jogos com equipas inglesas: Luton Town (7 de julho), Ebbsfleet FC (10 de julho), Brentford (14 de julho), Sunderland sub-21 (21 de julho) e Sheffield Wednesday (25 de julho).
Ler mais

ATLÉTICO DE REGUENGOS CHEGA ACORDO COM RODRIGUES DIAS


Atlético de Reguengos já prepara a nova epoca desportiva depois de assegurada a continuidade do treinador Rodrigues Dias treinador que passou pelo Portosantense, Cova da Piedade, Amora, Beira Mar de Monte Gordo, Fabril Barreiro, Pinhalnovense, Seixal, Atlético C.P. e Montijo. 


o clube alentejano chegou acordo com quatro jogadores: Jorge Almeida, Jorge Balixa, João Freire e Vasco Barros.


Recorde-se que o Atlético de Reguengos irá jogar no Campeonato Nacional Seniores.

Ler mais

CNS 2015/16: ALEXANDRE SERAFIM É REFORÇO DO MOURA


Foto: Moura AC
Alexandre Serafim (ex-Alcochetense) é o mais recente reforço do Moura AC para a nova temporada.
O extremo, de 21 anos, formado nas escolas do Vitória de Setúbal, passou pelo Elétrico de Ponte de Sôr e Alcochetense, na temporada que terminou.
Ler mais

Clube Recreativo União Raposense inaugura novas instalações



Dia 27 de junho, sábado, pelas 16h30, realiza-se a inauguração da nova sede do Clube Recreativo União Raposense, na Caparica.

As novas instalações tiveram um investimento de 343 mil euros, assumido pela Câmara Municipal de Almada (CMA).

O edifício é composto por um espaço multiusos, secretaria, sala para a direção, bar e instalações sanitárias.

Este novo espaço associativo localiza-se na Rua do Raposo de Cima, junto ao Parque Urbano do Fróis, onde já funcionam a Piscina Municipal na Caparica e a Biblioteca Municipal Maria Lamas.

O Clube Recreativo União Raposense é uma coletividade com 51 anos, fundada em 1964.


Joaquim Candeias
Ler mais

CNS - RICARDO SOUSA FAZ A ESTREIA COMO TREINADOR

 

Ricardo Sousa, foi apresentado pelo presidente Luís Vargas, como treinador da AD Sanjoanense para 2015/16.
Natural de S. João da Madeira, faz a estreia como treinador, ao serviço do clube onde deu os primeiros pontapés na bola. Cândido Costa, que tal como Ricardo Sousa nasceu para o futebol na ADS, será o treinador adjunto, sobe a motivação de um slogan: "Onde Tudo Começou".
A Sanjoanense, vai disputar o Campeonato Nacional de Seniores, divisão que viu Ricardo Sousa, filho do mítico Sousa do FC Porto, terminar a carreira de jogador, ao serviço do Gafanha.


Rui Cardoso



Ler mais

CNS - MANUEL PINHEIRO REGRESSA A SOBRADO

 
Manuel Pinheiro regressa ao CD Sobrado, clube que dirigiu até Janeiro de 2015, na série C, do Campeonato Nacional de Seniores, rumando dias depois do final da primeira fase da época, ao CF Oliveira do Douro, onde conquistou a Taça Brali.

Rui Cardoso
Ler mais

TRANFERÊNCIAS CNS FUTEBOL PROFISSIONAL - VASCO COSTA

 

O Vitória de Setúbal contratou à AD Fafe, o avançado Vasco Costa. Aos 23 anos, o futebolista formado no Limianos dá o salto para um clube da primeira liga.
Elemento fundamental na equipa de Agostinho Bento, realizou uma excelente temporada no Campeonato Nacional de Seniores.

Rui Cardoso
 
Ler mais